Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
EN PT

eeg.jpg  
O plano de es​tudos ​do Plano A do Programa Doutoral em Arquitetura, tem 180 ECTS, e contempla 2 semestres iniciais letivos, com obrigatoriedade de frequência de UCs de formação, e com acompanhamento tutorial da Tese nos quatro semestres seguintes.

A Escola de Arquitetura da Universidade do Minho irá lançar, no 2º semestre do ano letivo 2019/2020, uma nova edição do seu Programa Doutoral em Arquitetura. As candidaturas decorrerão no próximo mês de Outubro, de 7 a 22.
Todas as informações necessárias estão disponíveis no site da EAUM em https://www.arquitetura.uminho.pt/pt/Ensino/Doutoramentos/Plano-A/Paginas/default.aspx

Com uma vocação interdisciplinar, esta edição 2019/2020 do Programa Doutoral pretende questionar e repensar a arquitetura para além dos seus limites, como exercício comprometido com as problemáticas contemporâneas. Desta forma, abre numa área transversal às três áreas de especialidade do Programa Doutoral: Cidade e Território, Construção e Tecnologia e Cultura Arquitetónica, sendo esta a principal diferença no que às edições anteriores respeita.

“Não chega fazer "para", é necessário fazer "com": com as pessoas, com a terra e a água, com o prosaico e com o erudito. Isto implica um repto enorme, tanto para a academia, como para os candidatos que desejem estar comprometidos nesta mudança. Desta forma, o doutoramento abraça os objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas (ODS) para a transformação o nosso mundo”, afirma Cidália Silva, Diretor do Programa e Professora Auxiliar da EAUM.

Os alunos que vierem a ser selecionados para frequentar este curso de Doutoramento da EAUM integrarão ainda o ‘Laboratório de Paisagens, Património e Território’ (Lab2PT), Unidade de Investigação classificado como Excelente no ultimo processo de avaliação de Unidades de I&D levada a cabo pela FCT em 2019.

O Lab2PT é um centro de investigação interdisciplinar com investigadores nos domínios científicos da Arqueologia, Arquitetura e Urbanismo, Design, Geografia, Geologia, História e Artes Visuais. Reunidos em três grupos de investigação, Paisagens e Sociedades (LandS), Design e Tecnologia (DeTech) e Espaço e Representação (SpaceR), os membros do Lab2PT promovem uma ampla interação gerando uma rede interna e internacional de partilha de conhecimento. (http://www.lab2pt.net/). 

De forma a cumprir os seus objetivos, a edição de 2019/2020 deste curso conta com o apoio de reputados investigadores de diversas áreas disciplinares e coordenadores de projetos de investigação em curso no Lab2PT. Ao explorar esta sinergia, os alunos de doutoramento terão oportunidades de virem a integrar estes e outros projetos, promovendo assim uma investigação que se pretende cada vez mais robusta e coletiva.


 




 
 
 O corpo docente desta edição integra um painel de prestigiados investigadores internacionais, dos quais, nesta fase, se destacam apenas os internos à UMinho:

André Tavares (Lab2PT), coordenador dos Projetos “Codfish Architecture” e “A&BM  The Sea and the Shore, Architecture and Marine Biology: The Impact of Sea Life on the Built Environment” (https://fishingarchitecture.com ), com financiamento FCT;

Isabel Soares (CIPsi/EP), coordenadora nacional do Laboratório Colaborativo ProChild CoLAB against Poverty and Social Exclusion (http://prochildcolab.pt), aprovado pela FCT;

Jorge Correia (Lab2PT), coordenador do Projeto “TechNetEMPIRE - Tecnoscientific Networks in the construction of the built enviroment in the Portuguese Empire (1647-1871)”( http://technetempire.fcsh.unl.pt/en/ ), com financiamento FCT;

Manuel Sarmento (IE) coordenador do Laboratório Colaborativo ProChild CoLAB against Poverty and Social Exclusion (http://prochildcolab.pt ), aprovado pela FCT;

Paulo Lourenço (ISISE), coordenador do Projeto “Conservação e reabilitação da Estação Central da Beira/Moçambique” financiado pela Fundação Getty;  (https://www.arquitectura.uminho.pt/pt/)

Paula Remoaldo (Lab2PT), coordenadora do Projeto “CREATOUR - Creative Tourism Destination Development in Small Cities and Rural Areas” (https://www.lab2pt.net/site/?module=publicResearches&target=details&id=4 ), com financiamento FCT;

Paulo Cruz (Lab2PT), coordenador do Projeto “KERAMOS - Fabricação Aditiva de Produtos Cerâmicos Inovadores e Multifuncionais para Sistemas Arquitetónicos” (https://www.lab2pt.net/site/module=publicResearches&target=details&id=28), com financiamento FCT, ao abrigo do Programa MIT-Portugal.
 ​​
​​​​​​​​​​​​​​​​​​

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

​​